Regras básicas da decoração

capa.jpg

Decorar é uma arte e parte da imaginação, criatividade e bom gosto. De uns tempos para cá o famoso design de interiores veio conquistando espaço em nosso dia a dia, e muitos apaixonados por esse queridinho se formaram.

Eu sempre gostei de ver revistas de decorações, entrar em lojas de móveis e passar horas imaginando como seria minha casa, o que gosto ou não, onde colocar cada objeto e por aí vai! Foi aí que resolvi há um tempo fazer um curso “Básico de decoração” para aprender algumas regrinhas antes de me jogar nesse universo! E o mais legal, é que hoje também consigo aplicar todos esses truques para decorar as mesas e festas que tanto amo.

Esse curso que fiz foi curto, durou 1 mês e é considerado um curso básico e de extensão mesmo. Caso você realmente queira o design de interiores como profissão e saber muito mais a fundo, é indicado fazer o curso profissionalizante da área. Como no meu caso era algo mais amador e para eu mesma aplicar em algumas situações do meu dia a dia, serviu perfeitamente e sou muito feliz por ter feito ele hoje.

Por isso, hoje venho compartilhar com vocês algumas regras básicas da decoração, principalmente para ambientes, já que muita gente por ai acha que entende e sabe certinho o que fazer, mas não presta atenção nesses pequenos detalhes e na hora do resultado final, nem sempre sai como o esperado.

A primeira coisa antes de começar a decorar, é escolher o estilo da decoração que você quer seguir: se é um estilo mais clássico, moderno e assim vai. Essa parte é fundamental, pois a partir dela partimos para o estilo do projeto, cores, móveis e objetos decorativos.

Depois do estilo definido é hora do projeto. Eu não abro mão mesmo que seja um pequeno esboço, afinal essa parte é muito importante para deixar certo onde será cada coisa e a ordem que iremos seguir. Desenhar seja na mão ou em algum programa específico, clareia a nossa mente e assim não rola aquela decepção de imaginar um ambiente de certa forma e na hora do vamos o ver sair de outra!

Feito isso é a vez do detalhamento do projeto: objetos, cores, materiais, etc. Toda essa parte mais detalhada em que devemos ver exatamente tudo o que queremos seguindo a linha do estilo escolhido e ir atrás das lojas e serviços necessários para a execução.

Agora é só partir para a parte da obra no caso de um apartamento, casa ou algum espaço maior que precise de uma reforma. Lembrando que para isso é necessário o serviço de um profissional da área para ser o responsável técnico da sua reforma, seja engenheiro, arquiteto ou designer de interiores formados nas devidas áreas.

Vale lembrar que durante toda a execução da decoração, principalmente desde o início, sempre devemos levar em consideração: o ponto focal do ambiente (pode ser um pilar, uma lareira, um armário, etc.), a proporção de todas as coisas, a combinação de cores e materiais para harmonizar o ambiente e sempre torná-lo o mais agradável possível, trazendo o equilíbrio necessário para a nossa decoração.

Todas essas regrinhas me ajudam bastante quando preciso, e o mais legal como já comentei é que consigo aplicá-las em outras situações do meu dia a dia.

E vocês, quais as dicas que tem para decorações?

Um grande beijo,

Tharamis.

Anúncios